Filipe Maia Broeto: Prestação de serviços jurídicos de forma extremamente individualizada e artesanal

Filipe Maia Broeto

O Escritório Filipe Maia Broeto Advocacia pauta-se na prestação de serviços jurídicos de forma extremamente individualizada, artesanal, configurando o que se convencionou chamar, na atualidade, de “advocacia de boutique”.

​Em meio ao excesso de tecnologia e uma gama de profissionais que procuram atender ao maior número possível de clientes, de modo a oferecer várias especialidades num mesmo ambiente, o Filipe Maia Broeto Advocacia opta por fazer o caminho inverso: restringe sua atuação ao Direito Penal, com acentuada ênfase no Direito Penal Econômico, bem como ao Direito Administrativo Sancionador — que não raras vezes é reflexo ou desdobramento dos processos penais envolvendo delitos econômicos e funcionais (praticado por funcionário públicos).

​A visão do Filipe Maia Broeto Advocacia, fruto de seu idealizador, o Advogado Criminalista Filipe Maia Broeto, é a de que a excelência não está na generalidade; que a liberdade é bem supremo e bússola da vida humana, razão pela qual merece atenção exclusiva e não comporta ser interpretada como apenas mais uma área de atuação no Escritório, e sim “a área” de atuação.

​Ainda, acredita que não há como entregar o “melhor no maior”. O melhor exercício profissional ao maior número de casos é algo, na visão do idealizador da Banca, inatingível. Por isso, a filosofia do Filipe Maia Broeto Advocacia é a atuação em reduzido número de casos, de modo a potencializar a atenção constante a cada cliente, de forma pessoal e singularizada.

​​Com essa visão, busca-se propiciar ao cliente, que confia a defesa de seus direitos ao Escritório, o que há de mais valioso na atualidade: exclusividade, tempo, atenção, dedicação e, sobretudo, prestação de serviços advocatícios pautada na excelência técnica, a qual é aferida na constante atualização da equipe e, também, na densa elaboração de estudos jurídicos publicados nos mais variados – e seletos – meios de comunicação, em nível nacional e regional, nos âmbitos do Direito Penal e Direito Administrativo Sancionador.

O Filipe Maia Broeto Advocacia tem como principais áreas de atuação o Direito Penal Econômico — envolvendo crimes tributários, contra a Administração Pública e contra a ordem econômica — e o Direito Administrativo Sancionador, notadamente ações de improbidade administrativa.

Filipe Maia Broeto proprietário do Escritório, é Advogado criminalista, com intensa atuação em Direito Penal e Direito Processual Penal. Especialista em Direito Constitucional e Administrativo, pela Escola Paulista de Direito – EPD, também exerce a defesa técnica do cidadão submetido ao processo de improbidade administrativa, típico do Direito Administrativo Sancionador, decorrente de casos penais com envolvimento de agentes públicos ou de particulares que lidam diretamente com a coisa pública.

Mestrando em Direito Penal Econômico pela Faculdade de Direito da Universidade Internacional de La Rioja, na Espanha, possui especialização em Direito Penal Econômico pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais – PUC/MG, Processo Penal pela Universidade de Coimbra/PT-IBCCrim, Ciências Penais e em Direito Público, ambas pela Universidade Cândido Mendes, além de certificação em Compliance Criminal pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul – PUC/RS.

Com atualização em “crime doesn’t pay: blanqueo, enriquecimiento ilícito y decomiso”, pela Faculdade de Direito da Universidade de Salamanca – USAL/ES, Filipe Maia Broeto também desenvolveu estudos sobre “Temas Avançados de Direito Público e Privado”, pela Universidade de Santiago de Compostela – USC/ES.

Para além de dedicar-se à advocacia, parte de seu tempo é direcionada à docência, funcionando como professor em Cursos de Graduação e Pós-Graduação, exclusivamente nas matérias de Direito Penal (Direito Penal Econômico) e Direito Processual Penal.

Mantém larga produção acadêmica, figurando como autor de livros e ensaios técnico-jurídicos, publicados no Brasil e no exterior, bem como exerce participação em vários grupos de pesquisa acadêmica dentro do espectro do Direito Penal e Direito Processual Penal.

É Membro do Instituto Brasileiro de Ciências Criminais – IBCCRIM; do Instituto Brasileiro de Direito Penal Econômico – IBDPE; do Instituto de Ciências Penais – ICP; da Comissão de Direito Penal e Processo Penal da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso – OAB/MT; e do Instituto dos Advogados Mato-grossenses – IAMAT.

Atualmente é Diretor da Comissão de Ensino Jurídico da Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas – Abracrim.

Compartilhar esta publicação

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia Mais

Newsletter

ASSINE O NEWSLETTER PARA RECEBER AS
ÚLTIMAS ATUALIZAções