Dimensione Cidadania: Empresa pioneira e especializada em cidadania italiana por via judicial oferece aos descendentes de italianos uma forma segura e ágil de se reconhecerem

Fabio Carlo Fasoli, Carola Fasoli, Gisele Fasoli, Raquel Fasoli e Catia de Sousa Lemes

A Dimensione Cidadania promove a integração entre a Itália e seus descendentes espalhados ao redor do mundo, fazendo valer o direito de cada um deles. Seus fundadores, Fabio Fasoli e Cátia Lemes atuam no segmento de cidadania italiana há quase duas décadas e já auxiliaram centenas de brasileiros a conquistarem o tão sonhado reconhecimento italiano.

Fabio começou sua trajetória em assuntos relacionados à cidadania italiana em 2002, como tradutor ad hoc do Consulado da Itália de Belo Horizonte (MG). Um pouco mais tarde, em 2011, selou uma parceria de sucesso com um escritório de advocacia na Itália, como uma forma de proporcionar soluções aos descendentes que buscam seu reconhecimento, incluindo o reconhecimento de cidadania para a linha materna ante 1948. A partir daí, passou a contar também, com a colaboração de Cátia Lemes, coordenando toda a montagem e a análise da documentação para esses processos.

Ao longo dos anos, a Dimensione foi se especializando cada vez mais nos assuntos referentes à cidadania via judicial, e desde então centenas de processos já foram deferidos. Esse histórico diz também muito sobre a transparência dos processos, agilidade na comunicação com os clientes e tem como objetivo sempre ir de encontro com a sua missão, que é oferecer aos descendentes de italiano uma forma segura e rápida de se reconhecerem. Sem filas, sem sair do país, com prazo de encerramento e uma equipe qualificada, pronta para te ajudar a conquistar a sua cidadania italiana.

“Nós temos a consciência de que o Brasil é o país onde se encontra a maior comunidade de descendentes de italianos fora da Itália. Segundo a Fondazione Migrantes, que organiza o Rapporto Italiani nel Mondo, são cerca de 30 milhões de brasileiros com o direito de buscar o seu reconhecimento italiano. Sendo assim, o nosso principal foco é auxiliar o maior número de brasileiros a conquistarem a sua inscrição no AIRE do local de residência e poder transitar pela Europa com todos os direitos e deveres de um cidadão local”, salienta Fabio Fasoli.

A via judicial é um processo jurídico de reivindicação de reconhecimento de descendentes de italiano, já que a constituição da Itália prevê que é um direito de todo italiano buscar o seu reconhecimento (independentemente de onde tenha nascido), bastando apenas ter a comprovação do vínculo sanguíneo. Este processo tem um prazo limite para sua conclusão de, em média, de 730 dias.

www.dimensionecidadania.com.br

@dimensione_cidadania

Compartilhar esta publicação

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email

Leia Mais

Entrevista Dra. Andréa Arruda Vaz

Como foi o início da sua carreira, formação e especializações? Meu nome é Andréa Arruda Vaz, sou nascida em uma pequena cidade do interior do

Newsletter

ASSINE O NEWSLETTER PARA RECEBER AS
ÚLTIMAS ATUALIZAções